Portugal PT
Alterar país

Como verificar os pisos dos pneus

Inspecção realizada por um profissional de pneus: verifique a profundidade do piso regularmente

Como verificar os pisos dos pneus

Pode aprender muito sobre o estado geral e o desempenho do veículo através de inspecções regulares dos pisos dos pneus. O desgaste excessivo ou irregular do piso pode ser um sinal de potenciais problemas que podem requerer uma solução profissional. Deve inspeccionar de forma minuciosa os pneus mensalmente, bem como antes e depois de viagens longas.

Consegue ver os indicadores de desgaste do piso? Os indicadores são barras de borracha rígida que apenas se tornam visíveis quando o piso tem um desgaste superior a um determinado nível. Se conseguir ver os mesmos, está na altura de investir num conjunto novo de pneus. Os pneus Sava também incluem uma marca no flanco para indicar a localização das barras de desgaste do piso. [ligação para "Como ler um flanco"]

Verificou a profundidade do piso? Outra forma de verificar o desgaste do piso é com um medidor de profundidade do piso especial, que pode ser comprado a um preço acessível em oficinas ou lojas de peças automóveis. Lembre-se que, ao abrigo da legislação europeia, os pisos têm de ter uma profundidade mínima de 1,6 mm, enquanto que para os pneus de Inverno, é aconselhável uma profundidade não inferior a 4 mm. Certifique-se de que mede ambas as partes, interior e exterior, dos pisos.

Está alguma coisa presa no piso? Pedras, lascas e outros pequenos detritos da estrada ficam frequentemente presos nos pisos dos pneus e podem provocar furos. Verifique se existem objectos estranhos nos sulcos do piso e remova os mesmos cuidadosamente.

Os pneus estão gastos na parte exterior? O desgaste excessivo das extremidades do piso pode indicar que os pneus não têm a pressão correcta. Verifique a pressão dos pneus regularmente [ligação], uma vez que a condução com pneus demasiado vazios reduz a vida útil dos mesmos e resulta num consumo de combustível mais elevado. Se os pneus necessitarem frequentemente de enchimento, poderá será necessário verificar se têm fugas. As extremidades gastas apenas dos pneus dianteiros podem ser um indicador de que está a curvar com demasiada velocidade, pelo que deverá ter em conta os seus hábitos de condução, se pretender maximizar a vida útil dos seus pneus.

Os pneus estão gastos no centro? Um desgaste excessivo no centro do piso pode ser um sinal de pressão excessiva, o que pode aumentar o risco de rebentamento. Consulte o manual do veículo para verificar o nível de pressão recomendado e esvazie os pneus, se necessário.

Um dos pneus está mais gasto do que os outros? Um desgaste irregular num único pneu pode ser um sinal de que é necessário equilibrar ou alinhar as rodas. Procure áreas de desgaste irregular ou partes totalmente gastas, que também podem ser um sinal de problemas na suspensão. Contacte um profissional, se suspeitar que tem problemas como estes.

Os pneus estão a ficar gastos a velocidades diferentes? Os pneus não se desgastam à mesma velocidade. Os pneus dianteiros trabalham mais e suportam o peso do motor; por isso, terão um desgaste mais rápido do que os que se encontram no eixo traseiro. Se achar que o desgaste está a ser mais rápido do que deveria, poderá estar na altura de solicitar a verificação dos amortecedores por parte de um profissional. Um desgaste irregular na zona de contacto com o piso (os pneus de um lado do veículo têm um desgaste mais rápido do que no outro) pode significar que necessitam de ser alinhados.

Existe desgaste excessivo nas extremidades dos pneus? Um aspecto fragmentado ou segmentado nas extremidades do pneu é geralmente provocado pelo contacto irregular dos pneus com a superfície da estrada. Mais uma vez, é necessário alinhar os pneus, caso detecte este padrão de desgaste.