Portugal PT
Alterar país

Pressão Correcta dos Pneus

Verificar a pressão dos seus pneus: verifique-a regularmente para uma condução mais segura e uma vida útil mais longa do pneu

Pressão correcta dos pneus

A pressão do ar nos seus pneus afecta o desempenho de condução do seu veículo e tem impacto na eficiência de combustível, bem como na potencial segurança. O enchimento correcto dos pneus também prolonga a sua vida útil, uma vez que pneus com a pressão incorrecta são mais propensos a desgaste excessivo e irregular.

As inspecções regulares da pressão são essenciais

É recomendado que todos os condutores verifiquem a pressão dos pneus, pelo menos, uma vez por mês, bem como antes e depois de viagens longas. Também é recomendada a inspecção dos pisos dos pneus quanto a desgaste irregular, que pode ser um sintoma de pressão excessiva ou insuficiente.

Mesmo com condições ideais de condução, os pneus perdem geralmente pressão a um ritmo de cerca de 0,69 bar ou 1 libra-força por polegada quadrada (psi), por mês, e a um ritmo ainda maior em condições mais amenas.

Se não tiver a certeza da pressão correcta para os seus pneus, consulte o manual do proprietário do seu veículo ou o flanco do pneu.

Como verificar a pressão dos pneus

  1. Será necessário um manómetro. O compressor de ar na sua oficina local ou estação de serviço tem geralmente um manómetro incorporado. Em alternativa, pode comprar um modelo pequeno e portátil numa loja de peças automóveis.
  2. Certifique-se de que verifica a pressão apenas quando os pneus estiverem frios, logo de manhã ou antes de iniciar a sua viagem. À medida que os pneus aquecem, devido à condução ou a condições mais amenas, o ar dentro dos pneus irá expandir, o que significa que a leitura da pressão pode ser errada.
  3. Localize a válvula de ar na roda e desaperte o tampão de plástico. Coloque o manómetro sobre a válvula e pressione para baixo. Será emitido um som sibilante e a agulha ou o indicador do manómetro irá mover-se.
  4. Compare o nível de pressão indicado pelo manómetro com o nível de pressão recomendado pelo fabricante de pneus, medido em bar ou psi.
  5. Se estiver a utilizar um compressor de oficina, poderá agora encher ou esvaziar, conforme necessário. Se estiver apenas a utilizar um manómetro, será necessário usar um compressor para uso doméstico ou dirigir-se à oficina mais próxima.
  6. Repita nos restantes pneus. Se notar uma redução excessiva da pressão em um ou mais pneus, tal poderá significar que existe uma fuga. Solicite a verificação destes pneus por parte de um profissional o mais rapidamente possível.
  7. Quando todos os pneus tiverem o nível de pressão recomendado pelo fabricante, coloque novamente os tampões das válvulas.